domingo, 2 de dezembro de 2012

BAZAR DAS MÃES DE CRIANÇAS COM CÂNCER TERÁ SOLIDARIEDADE EMBALADA PARA PRESENTE

Por Célia Ribeiro

O clima natalino está no ar. Nos lares, no trabalho e nas ruas, uma infinidade de árvores exibe simplicidade, sofisticação e originalidade, anunciando a aproximação das festas de fim de ano. Nesta época, muitas pessoas procuram aliar a compra de presentes a uma boa ação e aproveitam os bazares das entidades assistenciais para garantirem produtos exclusivos, de bom gosto, enquanto apóiam uma causa nobre.
Mães se reunem à tarde no GAACH
Em Marília, várias promoções foram realizadas, como o disputado Bazar da ACC (Associação de Combate ao Câncer), cujos excedentes ainda podem ser encontrados na sede da entidade. O GAACH (Grupo de Apoio à Criança com Câncer e Hemopatias) também fez uma promoção com artigos confeccionados pelas voluntárias, visando arrecadar recursos para manutenção da instituição.

No entanto, o bazar do próximo dia 07 de dezembro, que acontecerá das 13 às 19h, na sede do GAACH (Rua Alfeu Cezar Pedroso, 63) tem um diferencial: os artigos foram produzidos pelas mães de crianças portadoras de câncer. Elas confeccionaram as peças sob a supervisão de voluntárias, como Silza Más Rosa e Marineide Colucci Valoes, aprendendo um ofício que lhes garantirá uma renda extra além de ocuparem o tempo com uma atividade de lazer.
 
Marineide ensina crochê
As tardes são animadíssimas na sede da entidade, localizada em frente à Escola Orbe, no bairro Fragata. De maneira criativa, as artesãs criam peças belíssimas que chamam a atenção pelo acabamento primoroso. Silza Más Rosa prepara muitas coisas no ateliê que mantém em sua residência, cria receitas de crochê, adquire os materiais e depois leva tudo para o GAACH, onde acompanha o passo a passo e o acabamento das peças.

CABEÇA OCUPADA

Para as mulheres que passam longas temporadas acompanhando os filhos em tratamento, a oficina de artesanato é mais do que terapia. E não importa se elas têm alguma habilidade ou nunca tiveram contato com o artesanato: todas conseguem produzir coisas lindas e muitas avançaram e hoje já aceitam encomendas com que reforçam o orçamento familiar.

A assistente administrativa Virgínia Ferreira de Holanda deixou a Capital, em 2010, para acompanhar o tratamento da filha de um ano e meio de idade. Portadora de leucemia, a menina exige muita atenção da mãe que precisou deixar a profissão. Para ela, os trabalhos manuais chegaram em boa hora: “É um momento de esquecer a rotina e por alguns momentos esquecer que temos um filho com problema”.
Acabazmento caprichado em todas as peças
Na última terça-feira, o grupo estava confeccionando bolas de decoração para árvores e arranjos natalinos que estarão à venda no dia 07. Entre as artesãs, uma jovem usando a camiseta do GAACH chamava a atenção pelo bom humor e alto astral: aos 21 anos, Aline Lima Soares Bezerra é solteira e não tem filhos. Ela é paciente, faz tratamento desde os 06 anos, e freqüenta a entidade como uma segunda casa.
Enfeites natalinos estarão à venda

Muito à vontade no ambiente, Aline aprendia a fazer os laços de arremate das bolas forradas com tecido em formato de Patchwork. “Como ela, muitas chegaram aqui sem saber nem pregar um botão”, contou Silza, arrancando gargalhadas da jovem. A coordenadora da oficina comentou que “quanto menos souberem, melhor, porque chegam sem vícios e a gente pode ensinar direitinho”.
 
(Esq) Silza coordena as aulas
A voluntária Marineide Colucci Valoes, há muitos anos no GAACH, ensinava crochê às mães que estão criando belas peças originais. Cada trabalho leva uma etiqueta da entidade e no verso a identificação da autora. Dessa forma, a renda dos produtos do bazar será destinada integralmente às mães representando um reforço financeiro importante nesta época do ano.

As peças podem ser encontradas a partir de 10 reais, com muitas opções de artigos de decoração, enxoval, tapetes, toalhas etc. Além da beleza e capricho dos trabalhos, quem adquirir os artesanatos contribuirá com as famílias de crianças portadoras de câncer levando a solidariedade embalada para presente!

                     TORTAS E PÃES
Tapete de barbante original
Paralelamente ao bazar de Natal das mães, o GAACH continua com a venda do bazar permanente da entidade, além da produção de pães, tortas e outras delícias da cozinha comandada pelas voluntárias. As tortas de frango (22 reais) e de palmito (25 reais) são bem recheadas e pesam cerca de dois quilos. Há ainda pães (caseiro normal e pão de leite Ninho) que custam cinco reais a unidade. Os pedidos são recebidos até quarta-feira e  as entregas são feitas às quintas-feiras, a partir das 14 h. Informações: (14) 34224111. A renda é toda para manutenção da entidade.
 

* Reportagem publicada na edição de 02.12.2012 do Correio Mariliense

2 comentários:

  1. Achei os trabalhos maravilhosos! Pretendo comprar alguns! Essas mulheres estão de parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Sandra! Obrigada pela visita. Vale a pena ajudar o GAACH. Equipe maravilhosa. Um abraço e volte sempre!

    ResponderExcluir